sexta-feira, 28 de fevereiro de 2014

Como guardar e conservar bem seus vinhos, sem complicações.

adega-peninsula-vinhos

As condições ideais para a conservação de um vinho, seriam bem preenchidas por uma uma adega climatizada elétrica, que controla a temperatura e a umidade do ar, mas sabemos, que nem todos tem uma à sua disposição, então como fazer?

Se estivermos falando de vinhos de grande guarda, 10, 15, 20 anos ela será imprescindível, mas se estivermos falando de vinhos de consumo rápido,  para o dia a dia, para até 3 anos, podemos arrumar condições mínimas de conservação, que funcionam muito bem, observando-se com alguns pequenos cuidados.
Existem coisas, que um vinho não suporta bem, como luminosidade, temperatura alta, acima de 25º e trepidação, exemplo,  colocar a garrafa de vinho na geladeira, isto só deve ser feito, quando ela for destinada a ser aberta nos próximos dias, pois a geladeira é constantemente aberta, implicando em trepidação e em variação de luminosidade, sem falar do excesso de umidade dentro dela.
Então de que precisamos? Vamos ao que é fundamental:
1º Coloque os vinhos com a garrafa deitada em local ventilado.
2º O local deve ser o mais escuro possível, para garantir qualquer oscilação de luminosidade, enrole as garrafas com papel de seda branco, e as mantenha longe de focos de luz, ou se não é possível enrole com mais papel de seda.
3º Mantenha os vinhos longe de substâncias aromáticas, por exemplo: produtos de limpeza, ou de aromatizantes de ambientes e também de perfumes.
4º Escolha um local longe de fontes de calor, que não receba raios de sol e nem esteja perto do fogão ou do forno.
5º Não deixe que ninguém, fique tirando as garrafas do lugar, o ideal é que elas estejam repousando, o tempo todo. 
Analise o seu espaço e localize um bom local para os seus vinhos, com estas condições descritas acima.
Nestas condições os vinhos te darão o melhor deles, por alguns bons anos.
Como vê não é difícil, nem precisa fazer investimentos extras, para os seus vinhos de consumo, deixe a adega climatizada, para os vinhos de guarda.
Com a paixão, que você já tem por este universo, conservar seus vinhos, será uma prática prazerosa também, sempre poderá ser um lazer extra, para os amantes deste universo, catalogar seus vinhos, organizar a data dos próximos a serem abertos, bem como, as próximas reuniões com os amigos, e o que irá servir nelas.
Escolha um cantinho, em sua casa ou apartamento, longe das janelas, dos raios de sol e dos produtos aromáticos, depois, seguindo as pequenas regrinhas acima, você terá seus vinhos maravilhosamente conservados, para poder usufruir de suas delícias, por mais tempo.
Agora, que tal começar a escolher alguns vinhos, para tê-los à disposição, para aquele momento especial, que surge imprevisivelmente em nossas vidas?

Selecionei alguns que considero coringas para os diversos momentos e possibilidades de harmonização e são vinhos mais do integrados, maravilhosos para você abrir sozinho ou com aquela cia especial.

O link te leva diretamente à loja virtual da Península, com todos os detalhes e informações sobre o vinho.
Estes são alguns dos vinhos selecionados, mas no catálogo de vinhos, importados com exclusividade pela Península Vinhos, existem muitos outros disponíveis, com a reconhecida qualidade, Península Vinhos. Ah e um detalhe que quero assinalar, os vinhos da Península, ficam em adega climatizada, todo o estoque, assim os vinhos de guarda estão em condições ideais de amadurecimento e conservação, isto é raro nas importadoras, a grande maioria, não possui o estoque todo climatizado.
Este é um dado importante, informe-se a respeito, sempre que for comprar algum vinho. Em qual condição de conservação ele ficou até o momento que vai para a sua casa? Isto irá definir as condições do vinho, sentidas em tua taça e também a durabilidade do mesmo em sua casa.

Com a relação acima, já dá pra começar, não dá? Aproveite e faça o seu pedido, a loja virtual funciona 24 horas por dia, e tem mais, nas compras acima de R$ 300,00, se você estiver na cidade de São Paulo e na cidade do Rio de Janeiro, a entrega é por conta da Península, completamente gratuita, para as demais cidades e valores, você pode consultar o custo do envio, diretamente no site, com o seu CEP.

segunda-feira, 17 de fevereiro de 2014

Tempo instável, pede qual vinho?

http://www.public-domain-image.com (public domain image)

Dicas para receber os amigos.

Você vai receber em sua casa, o tempo nos dias anteriores se mostra instável,   alternando  entre frio e calor como definir qual vinho será servido? Se você escolher um vinho, para ser servido gelado, por exemplo um branco ou um espumante e houver uma queda na temperatura ambiente, não será uma boa opção, porque o vinho tem que ser reconfortante e o frio pede um vinho em uma temperatura mais alta,  por outro lado se tiver separado um vinho mais potente e estruturado, que deve ser servido a uma temperatura em torno de 18º, e esquentar, não será também, uma boa ideia, assim, o ideal, em tempos instáveis, seria preparar um vinho tinto, porém mais leve, macio, com taninos mais aparados,  que possa ser servido dos 14º aos 18º, assim, se a temperatura baixar, você o serve aos 18º e se a temperatura subir, você o gela um pouquinho deixando-o em torno de 14º.

Mas como saber a estrutura de um vinho? Saber a estrutura de um vinho, se você é conhecedor, será degustando-o, ou se não é especialista, ou ainda não o conhece, não o degustou, você irá precisar de recomendações de um profissional da área que o conheça, pois esta informação não consta do  rótulo de um vinho.

Para facilitar sua vida, preparamos algumas sugestões, para você  poder escolher seu vinho, com tranquilidade.
Selecionamos vinhos, de estrutura compatível e de uvas que associadas, aos métodos de elaboração, permitam serem servidos à uma temperatura mais flexível.
Experimente ter estes, na sua adega, para topar qualquer tempo, mesmo os mais instáveis, são vinhos integradíssimos, com boa capacidade de harmonização e grande flexibilidade em termos de temperatura:
Certamente você irá aprovar e seus convidados também!


quinta-feira, 13 de fevereiro de 2014

Península traz novos rótulos da Ribera del Duero–Espanha

pago-de-los-capellanes-vinho-e-delicias

Ano novo trouxe novidades no catálogo de vinhos da Península, chega ao Brasil por importação própria, a linha Pago de los Capellanes. Com 5 vinhos elaborados a partir da uva Tempranillo, a Pago de los Capellanes promete ampliar mais ainda o conceito de vinhos da Ribera del Duero, todos são varietais, e as parreiras são cultivadas em 35 parcelas de vinhedos próprios, cada uma com suas características especiais e tratos, de forma a diferenciá-los e a proporcionar vinhos únicos
Dentre as muitas características privilegiadas da Ribeira del Duero, a plantação do Pago de los Capellanes está em área de amplitude térmica ideal, de 20º na época da colheita, o que facilita a maturação dos bagos, proporcionando maior estrutura e corpo ao vinho.
Cada vinho propõe uma nova experiência e descoberta, inicie este trajeto e descubra um pouco mais, os caminhos e sabores do vinho espanhol.
Os vinhos são conceituadíssimos e com pontuações incríveis pelos críticos mundiais, revistas e guias especializados, confira nos links abaixo, diretamente de nossa loja virtual, com venda ao consumidor.

A linha consiste dos vinhos:
E seus ícones:


quarta-feira, 5 de fevereiro de 2014

Calor combina só com vinho branco e espumantes?

cena-romantica2
Não, o calor combina muito bem com vinhos tintos, menos encorpados que podem ser servidos a uma temperatura mais baixa, em torno de 14°.

Considerando-se que a geladeira está geralmente em torno de 10° a 12°, significa que você poderá colocá-lo tranquilamente nela e após tirá-lo, abrir a garrafa e servir o vinho. Ele estará no ponto correto, perfeito para o momento.
Não é o caso dos brancos e menos ainda dos espumantes, que devem ser servidos a uma temperatura mais baixa, do que a obtida em geladeira.
Vinhos brancos e espumantes acabam se aquecendo no calor do ambiente, ficando muito fora de temperatura, a não ser, que você mantenha um baldinho de gelo, para baixar um pouco mais a temperatura.
Os tintos são mais práticos, deixando na geladeira, já estão prontinhos para serem saboreados, basta chegar em casa e pegar aquele vinho que já estará te esperando. Você não precisará se preocupar com gelo extra.
Os apreciadores dos tintos sabem que ficar sem eles, por um período prolongado, não é tarefa fácil, assim, resolvemos facilitar sua escolha e sugerir alguns vinhos, que podem fazer parte do seu dia a dia, também no calor.
Veja algumas sugestões, todos muito saborosos e com amplo leque de possibilidades, de harmonizações:
  • Castaño Monastrel
  • Hécula
  • Finca Nueva Tempranillo
  • Sierra Cantábria Seleccion
  • Viña Sastre Tinto Roble
  • Protos roble
Que tal conhecer esta belíssimas opções, e olhem a dica, alguns destes vinhos estão em promoção de 20% em nossa loja virtual, portanto aproveite, corra lá. É por pouco tempo!!!


Ocorreu um erro neste gadget

Bodegas, Vinhos e Regiões da Espanha

Vinhos, Vinho, Vinhos da Espanha, Peninsula, Viña Sastre, Regiões da Espanha, Rioja, Priorato, Priorat, Ribera del Duero, Rueda, Castilla y León, Toro, Tierra de Castilla, Valdeorras, Bierzo, Rías Baixas, Somontano, Costers de Segres, Montsant, Cataluña, Terra Alta, Rioja Alta, Rioja Alavesa, Vino de Pago, Pago El Terrerazo, Navarra, Alicante, Yecla, Montilla, Morilles, Montilla-Moriles, Cavas, Espumantes, Vinho tinto, Vinho Branco, Vinho rosado, Vinho Rosé... Bodegas, Bodega, Protos, Aalto, Sastre, Angel Lorenzo Cachazo, Pago de Carraovejas, Finca Villacreces, Ossian Vides y Vinos, Numanthia Thermes, Vetus, Teso la Monja, Dominio de Eguren, Abadia Retuerta, Finca Coronado, Val de Sil, Finca Losada, Martín Codax. Pirineos, Vynia L'Hereu de Seró, Mas Perinet, Ca n'estruc, Edetária, Finca Allende, Bodegas Orben, Finca Nueva, Viñedos de Páganos, Señorio de San Vicente, Sierra Cantabria, Izadi, Mustiguillo, Asencio, Enrique Mendoza, Sierra Salinas, Castaño, Alvear, Cava Juve y Camps