quinta-feira, 2 de agosto de 2012

Robert Parker e seu sistema de pontuação de vinhos - Parte 2

Veja a PARTE 1 - AQUI
Seguindo... vamos entender como funciona a pontuação de Robert Parker?


Como entender a Pontuação de Robert Parker

A pontuação de Robert Parker,  parte de 50 pontos, que é a nota mínima e vai até o máximo de 100 pontos, ou seja um vinho antes de ser analisado já tem 50 pontos, a partir dai, inicia-se a avaliação com critérios para a pontuação que seguem uma ficha de degustação elaborada por ele, esta ficha define vários  itens, que devem ser observados durante a degustação, ou seja, a nota não é data apenas colocando o vinho na boca e “achando isto ou aquilo, que ele merece 70, 80 , ou 90 pontos,” isto é "achismo", existem critérios bem específicos, dentro dos 3 aspectos básicos da degustação, que são o aspecto visual, o aspecto olfativo e o aspecto gustativo, aos quais, um degustador experiente deve estar atento e ele irá pontuando os vários itens de cada um dos 3 aspectos, para ter então a pontuação.

Vamos entender o que significam  as notas, para que você possa saber o que achou de fato Robert Parker de um vinho que ele pontuou.

Observe alguns detalhes:
  1. Um vinho com nota entre parênteses, significa que o mesmo foi provado durante seu processo de desenvolvimento, direto do barril.
  2. Vocês já devem ter notado notas como 91+ o RP utiliza esta sinalização que significa que o vinho estaria numa nota superior a 91 e no entanto inferior a 92 pontos, chegando neles.

Tabela de pontuação para vinhos de Robert Parker
50 - 59
Vinho considerado INACEITÁVEL
60 - 69
Vinho ABAIXO DA MÉDIA, com deficiências visíveis, como acidez ou taninos muito inadequados para o estilo, ausência de aromas e sabores esperados, ou sabores sujos e inadequados. Vinho desequilibrado.
70 - 79
Vinho na MÉDIA, um vinho simples com pouca distinção porém, solidamente elaborado.
80 - 89
Vinho MUITO BOM acima da média, sem defeitos aparentes, exibindo vários graus de fineza, caráter e sabor. (observe que são 9 pontos de diferença, portanto um vinho com 89 é muito mais rico do que um vinho com 80 pontos)
90 - 95
Vinho EXCELENTE de excepcional qualidade e caráter. Classe de  vinhos fantásticos.
96 - 100
Vinho EXTRAORDINÁRIO, de caráter profundo e complexo, capaz de expressar todos os atributos esperados para o estilo de um vinho clássico de sua variedade,

Assim concluímos, que um vinho na faixa de 80 pontos será considerado segundo Robert Parker,  um vinho muito bom e ao subir desta pontuação ele caminhará para a perfeição aos 100 pontos.

por Camila H. Coletti – Vinho e Delícias

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por entrar em contato com a Península, em breve daremos retorno.
Abraços,

Ocorreu um erro neste gadget

Bodegas, Vinhos e Regiões da Espanha

Vinhos, Vinho, Vinhos da Espanha, Peninsula, Viña Sastre, Regiões da Espanha, Rioja, Priorato, Priorat, Ribera del Duero, Rueda, Castilla y León, Toro, Tierra de Castilla, Valdeorras, Bierzo, Rías Baixas, Somontano, Costers de Segres, Montsant, Cataluña, Terra Alta, Rioja Alta, Rioja Alavesa, Vino de Pago, Pago El Terrerazo, Navarra, Alicante, Yecla, Montilla, Morilles, Montilla-Moriles, Cavas, Espumantes, Vinho tinto, Vinho Branco, Vinho rosado, Vinho Rosé... Bodegas, Bodega, Protos, Aalto, Sastre, Angel Lorenzo Cachazo, Pago de Carraovejas, Finca Villacreces, Ossian Vides y Vinos, Numanthia Thermes, Vetus, Teso la Monja, Dominio de Eguren, Abadia Retuerta, Finca Coronado, Val de Sil, Finca Losada, Martín Codax. Pirineos, Vynia L'Hereu de Seró, Mas Perinet, Ca n'estruc, Edetária, Finca Allende, Bodegas Orben, Finca Nueva, Viñedos de Páganos, Señorio de San Vicente, Sierra Cantabria, Izadi, Mustiguillo, Asencio, Enrique Mendoza, Sierra Salinas, Castaño, Alvear, Cava Juve y Camps